Melasma

Esse é o conceito de tratamento de melasma que desenvolvi
especialmente para a clínica.
Como eu já disse aqui no blog, melasma não tem cura. Eu controlo o meu há oito anos e falo com experiência de causa. Por isso, o cuidado deve ser constante. Esqueça as soluções milagrosas, o creme da moda, porque você vai jogar dinheiro fora e ficar infeliz com o resultado. Foi ouvindo essas queixas no consultório que resolvi elaborar um protocolo de acompanhamento anual.

A partir dessa análise,conseguimos traçar o plano mais adequado para aquele momento do ano e da vida do paciente.

Além de prescrever os tratamentos, faço questão de ensinar meus pacientes a cuidar da mancha em casa, numa espécie de curso mesmo. Ensino desde os cuidados básicos na hora de aplicar o filtro solar, falo da importância de reaplicá-lo ao longo do dia… Até porque além do sol, outras fontes de luz, como a do computador e a do celular, podem induzir a produção de melanina.

ANTES E DEPOIS

O melasma não aparece à toa: ele surge por questões genéticas, hormonais, por produtos que você passa ou não na pele, se você gosta de praia…

Melasma exige rotina e disciplina. Assim, é possível sim ter uma melhora progressiva, uma pele mais bonita e sem manchas o ano todo.

MAS COMO FUNCIONA?

A cada três meses, fazemos uma reavaliação, com uma fotografia UV capaz de revelar se as manchas estão mesmo clareando ou se novas estão surgindo. A partir dessa análise, conseguimos traçar o plano mais adequado para aquele momento do ano e da vida do paciente.

Em um bate bapo, juntos, descobrimos os hábitos que podem estar piorando o quadro - como uma corrida em horário de muito sol, e buscamos encontrar alternativas. Essa conversa é fundamental para detectarmos possíveis falhas. Por exemplo, uma nova medicação introduzida para tratar uma outra questão pode piorar o melasma, que é uma disfunção hormonal causada por fatores como exposição solar e gravidez, mas também pelo uso de anticoncepcional e outros remédios.

Essa conversa constante é fundamental para o sucesso do controle, assim, como, claro, a prescrição adequada de peelings, lasers e cremes clareadores, de acordo com a necessidade de cada paciente. Não tem milagre ou o melhor clareador. Existe o clareador que, combinado com determinado antioxidante e com o filtro solar certo, vai ser eficaz. Mas o segredo mesmo de um bom tratamento é associar procedimentos dermatológicos aos cuidados em casa.

EU TENHO MELASMA

Mesmo sendo dermatologista, evitando o sol, passando filtro solar na frequência adequada e tendo acesso a todas medicações e tratamentos, tive um pequeno escurecimento na minha testa após uns fins de semana em Angra dos Reis com a minha família. Falo com experiência de causa: melasma não tem cura, mas pode ser controlado e há soluções eficazes para o clareamento.

Só que, para esse controle ser eficaz, não adianta seguir os conselhos da amiga que conseguiu reduzir as manchas dela ou as dicas do doutor Google. É preciso de orientação médica especializada porque é complicado tratar melasma e, só após uma análise clínica minuciosa, conseguimos desenhar o plano adequado. Até porque são muitas as opções no mercado - temos laser, peeling, microagulhamento, cremes… Mas não é para usar tudo.

Se não for feita uma anamnese correta, corre-se o risco de jogar dinheiro fora. As escolhas vão variar de acordo com o histórico clínico e dos hábitos de vida de cada paciente. O melasma não aparece à toa: ele surge por questões genéticas, hormonais, por produtos que você passa - ou não - na pele, se você gosta de praia...

EU TENHO MELASMA

ic_insert_invitation Created with Sketch.

AGENDE SEU ATENDIMENTO
EM NOSSA CLÍNICA

Clique Aqui !

Christiane Gonzaga

Especialista em Dermatologia
pela Sociedade Brasileira
de Dermatologia (SBD)

Agendar Atendimento






    ×